domingo, 25 de outubro de 2009

Inter Leste

O primeiro à esquerda é o Júnior, presidente da 3ª URE

No dia 25/10/2009, os espíritas dos centros Manoel Figueira Neto e Caminheiros da Luz marcaram presença em todos os seminários do evento realizado na Federação Espírita do Paraná. Os temas, debatidos separadamente, foram:

Estudo da Doutrina Espírita: Luis Maurício Resende / Shou Wen Allegretti

Estudo da Mediunidade: Daniel Dallagnol

Atendimento Espiritual: Maria da Graça Rozetti

Dptº de Orientação ao Serviço Social Espírita: Jânio Dalla Costa

Dptº de Orientação à Infância e à Juventude: Tatyanna Braga de Moraes e equipe.

Dptº de Unificação e Expansão do Movimento Espírita: José Virgílio Góes, Paulo César de Melo e Marco Negrão.

Área Administrativa e Institucional: Francisco Ferraz Batista e Luiz Henrique da Silva.

Comunicação Social Espírita: Maria Helena Marcon e Mary Ishiyama.

O grupo reunido

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Sinais dos Tempos

video

"(...) Os preconceitos de raça se enfraquecem, os povos começam a se encarar como membros de uma grande família; pela uniformidade e facilidade dos meios de transação, suprimem-se as barreiras que os dividiam; de todas as partes do mundo, reúnem-se conclaves universais para os torneios pacíficos da inteligência".

A Gênese, cap. XVIII - Sinais dos tempos e a geração nova, item 21 (publicado em janeiro de 1868)

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Mistérios durante as gravações do filme sobre a vida de Chico Xavier

As gravações do filme sobre a vida do médium Chico Xavier foram marcadas por vários casos que, certamente, são uma história a parte. As filmagens tiveram uma atriz vendo o médium, figurante incorporando um espírito e outros mistérios, como a chuva que parava misteriosamente a cada novo dia de gravação. Nelson Xavier, ator que interpreta o papel principal, conta que sua ligação com Chico foi muito além do sobrenome igual.

- Eu senti a presença dele o tempo todo. Foi o único personagem que eu pedi para fazer e, hoje, acredito em tudo o que ele disse e viveu. Cada vez que penso nele me comovo - disse Nelson, se emocionando novamente.

O ator lembra que, há muitos anos, estava num churrasco quando um rapaz sentou ao seu lado e perguntou se eu ia fazer o papel do espírita.

- Eu disse que não. Aí ele me respondeu que um passarinho havia dito isso para ele e que ele era espírita. Esse foi um dos sinais mais significativos para mim - diz Nelson, que acredita que Chico o escolheu: - Ele me acompanhou durante todo o percurso.

Segundo a atriz Renata Imbriani, que participou das filmagens, Chico realmente estava perto de Nelson. Ela, que é kardecista, conta que viu o espírito do médium durante uma gravação.

- Estava aguardando a minha vez de entrar em cena e o Nelson estava gravando. De repente, vi uma porta entreaberta de onde saiu uma luz muito grande. Era o Chico. Ele apoiou o braço direito do Nelson e ficou todo o tempo energizando ele. O incrível é que, quando ele toca o Nelson ele fica até com a fisionomia igual a do Chico - conta Renata que interpreta uma mulher que perdeu o filho.

Segundo a atriz Rosi Campos, o clima das filmagens foi marcado por uma emoção que parecia estar à flor da pele.

- Todos que estavam no filme queriam muito estar lá. isso criou um clima muito especial nas filmagens. Você se apaixona pela pessoa que ele foi. Foi muito emocionante.

O filme deve ser lançado em 2 de abril de 2010, quando o Chico faria 100 anos.

Emoção no jardim de Chico:

No último dia das gravações, Nelson Xavier teve uma crise de choro. Depois, foi para o jardim, sentou num banco e, talvez sem saber, faz o que Chico costumava fazer ali mesmo: apóia as mãos sobre as pernas e olha para o céu. "Essa cena foi emocionante. Era o jardim dele, as rosas dele".

Até o tempo deu uma forcinha

Em Uberaba fazia um frio horrível e o diretor Daniel Filho disse para ninguém se preocupar porque no dia seguinte faria sol. Não deu outra. Fenômeno parecido aconteceu em São Paulo, quando chovia muito forte em toda a cidade. Só não caiu um pingo no local da filmagem.

Visita inesperada em reunião espírita:

Segundo o diretor, teve uma filmagem de uma reunião espírita, em que, de repente uma senhora recebeu uma entidade. "Paramos a filmagem e esperamos a senhora se recompor".

Pomba branca mostra o caminho:

A atriz Renata Imbriani conta que, antes de sair para gravar começou a rezar pedindo proteção. De repente, uma pomba branca entrou na casa e parou bem na frente dela. "Ela só foi embora quando eu saí. Pensei: estou no caminho certo. O tempo inteiro senti uma energia muito forte e tranquilizadora".

Fonte:Jornal Extra online
Reproduzido de: http://ranchodeluzpaulinogarcia.blogspot.com/

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Encontros e Despedidas

video

Estaria Milton Nascimento falando sobre a reencarnação ao compor esta música?

Mande notícias do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço, venha me apertar
Tô chegando
Coisa que gosto é poder partir
Sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar
Quando quero

Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar
E assim, chegar e partir

São só dois lados
Da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem da partida
A hora do encontro
É também de despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida

Composição: M. Nascimento e F. Brant


7º Encontro Espírita de Verão

Coordenação: Equipe Encontro de Verão
Local: Faculdades Integradas Espírita
Endereço: Rua Tobias de Macedo Jr, 333 Próximo ao Parque Barigui
Cidade: Curitiba/PR
Data: 13 a 16/02/2010
Aspectos Abordados: Vivência Espírita em Nossas Vidas
Público Preferencial: Jovens nascidos entre 1988-1994

Informações: encontrodeverao@yahoo.com.br
(41) 3264-7014

domingo, 18 de outubro de 2009

VIII Encontro Estadual de Coordenadores de Juventudes Espíritas

O presidente da 3ª URE, Antônio José Portes Júnior, e o evangelizador Luiz Fernando Riesemberg representaram os espíritas de São Mateus do Sul no VIII Encontro Estadual de Coordenadores de Juventudes Espíritas, em Curitiba, nos dias 17 e 18 de outubro.

Luiz Fernando em frente ao banner do evento.

Sob coordenação do paraense Alberto Almeida, o evento teve como tema "Conhecendo a Juventude Atual". Durante os dois dias foram transmitidas muitas informações importantes para melhorar a qualidade das aulas e para promover uma melhor integração do jovem com a casa espírita.


O coordenador do encontro, Alberto Almeida, que veio de Belém (PA).


Luiz Fernando aproveitou para conhecer e passar a noite nas novas instalações da Federação Espírita do Paraná: o recanto Lins de Vasconcelos. Não foi muito confortável, já que esta turma foi a "cobaia", e os problemas foram anotados para que na próxima vez seja melhor. Não deu pra dormir muito bem, mas foi divertido.


Alojamento masculino no Recanto Lins de Vasconcelos.


Os cabritinhos da fazenda.


Além das preciosas informações, o encontro proporcionou momentos de lazer e cultura, com uma ótima banda e uma divertida peça de teatro espírita.


Apresentação teatral da FEP.


Momento musical com um grande coro do público.


Júnior visitando a exposição "Uma Ideia que Deu Certo".


A comida estava muito boa.


E um espírito passeando pela sede histórica da FEP

domingo, 4 de outubro de 2009

04 de outubro - Dia dos Animais


Animais e vegetais têm Espírito?

Possuem um princípio espiritual. Ao perpassar de longas eras ele desenvolve-se em complexidade, até atingir o estágio que lhe permita exercitar a razão. Paralelamente, conquista o livre arbítrio e passa a desdobrar suas experiências evolutivas não mais sob o domínio dos instintos, mas a partir de suas próprias iniciativas.

Um rato, um cachorro, um inseto, uma ave, um peixe ou qualquer vegetal, todos possuem um princípio espiritual em evolução? E todos serão um dia Espíritos?

Exatamente. Não há vida sem a contraparte espiritual. O princípio espiritual, que a todos anima, será Espírito, o ser pensante, um dia. Há uma unidade de vistas na obra da Criação. Deus não admite privilégios. Estamos todos a caminho de gloriosa destinação.


Isso explica por que há indivíduos que guardam um jeito animalizado, agressivos como um leão, covardes como uma hiena, venenosos como uma cobra… Estagiaram por lá há pouco?


Comportamentos dessa natureza revelam nossa natureza ainda mais próxima da animalidade, distante da angelitude. Todavia, não revelam uma influência próxima, porquanto a transição do princípio espiritual, a alma dos seres inferiores, para o ser pensante, não ocorre na Terra, mas em outros planos do Infinito, demandando largo tempo.

Há uma escala a ser observada pelo princípio espiritual em evolução, envolvendo espécies e raças, no reino vegetal e animal? Arbusto, árvore, inseto, peixe, ave, mamíferos…

A lógica nos diz que existe esse escalonamento, mas não sabemos como se opera e não deve envolver todas as espécies e todas as raças, mesmo porque, no dinamismo da evolução, surgem e desaparecem espécies ao longo de milhões de anos que sustentam os processos evolutivos.

Se o princípio espiritual passa por vários estágios nos reinos inferiores, isso significa que ele está submetido à reencarnação?

Sim, faz parte do processo. O princípio espiritual desdobra experiências reencarnatórias, sempre conduzido pelo instinto, desenvolvendo-se em complexidade, conquistando estágios superiores, até atingir condições para transformar-se num Espírito.

Se o princípio espiritual que anima um cachorro é imortal e irá para a espiritualidade quando morrer seu corpo, isso significa que poderemos reencontrar animais de estimação, quando partirmos para o Além?

É possível mas improvável, já que, normalmente, a “alma” dos animais permanece pouco tempo na espiritualidade, logo sendo reconduzida à vida física.

Fonte: http://www.richardsimonetti.com.br

sábado, 3 de outubro de 2009

Berçário


No dia 03 de outubro as turmas de sábado voltaram depois do recesso, e as mães que levam suas crianças tiveram uma surpresa: agora podem contar com um berçário para deixar os bebês enquanto frequentam as aulas.

Atividades da casa

Segunda 20h - Desenvolvimento mediúnico
Terça 14h - Assistência espiritual/ palestra/ fluidoterapia/ atendimento fraterno/ promoção social (artesanato)
20h: Estudo doutrinário.
Quarta 20h - Desenvolvimento mediúnico.
Quinta 20h - Assistência espiritual/ palestra/ fluidoterapia/ evangelização infanto-juvenil/ atendimento fraterno.
Sábado 14h - Lanche/ evangelização infanto-juvenil/ artesanato/ computação e datilografia.

C.E. Manoel Figueira Neto divulgado pela FEP


O centro espírita Manoel Figueira Neto recebeu atenção especial no site da Federação Espírita do Paraná e no jornal Mundo Espírita, em setembro. O texto publicado foi o que segue abaixo:

Centro Espírita Manoel Figueira Neto - 67 anos a serviço do Espiritismo

O Centro Espírita Manoel Figueira Neto foi fundado em 21 de setembro de 1942.

As reuniões públicas e mediúnicas, entretanto, eram anteriormente realizadas em um antigo depósito, anexo à residência do Sr. João Gabriel Martins, situado à Rua Luciano Stencel, nas proximidades da atual sede.

A sessão de fundação foi presidida pelo Sr. Sady Nogueira dos Santos, à época, membro representante da Federação Espírita do Paraná, que, na oportunidade, historiou a personalidade do patrono Sr. ManoeI Figueira Neto, pioneiro espírita na cidade de São Mateus do Sul.

A primeira diretoria do Centro era assim constituída:

Presidente - Noltheneo Bastos

Vice-presidente - Gabriel Riesemberg

1º secretário - Antenor de Paula Maciel

2ª secretária - Genny Riesenberg Martins

Bibliotecária - Eurídece Figueira Santos

Orador - Jocelym Furtado Neves

A Ata de fundação foi lavrada pelo secretário nomeado, Sr. Francisco de Abreu Santos, e dela constam as seguintes pessoas presentes, além da diretoria:

Mercedes Pugsley Gaensly, Rosália Bastos, Bessie Puchivailo, Ivone Bastos, Pedrina Samways, Roberto Gaensly, Lamartine Bastos, Luiza Riesemberg, Izabel Samways, Carlota Samways, Julieta Figueira Maciel, Jorge Ulbrich, Sady Nogueira Santos, Odila Figueira dos Santos e Francisco de Abreu Santos.

Em 3 de maio de 1943, a Comissão Central da Federação Espírita do Paraná, concedeu o registro provisório de filiação àquela entidade, na pessoa do então secretário da Comissão, Sr. Aristides José Moraes.

Em 24 de agosto de 1948, o Sr. Sady Nogueira dos Santos, representando a Federação Espírita do Paraná, recebe a escritura da compra do terreno para a construção da atual sede do Centro. Nesta data foi constituído um núcleo do Centro em Fartura do Potinga, zona rural deste Município, tendo como representante o Sr. Bertoldo Ulbrich.

Em 21 de setembro de 1948 foi fundada a primeira União da Mocidade Espírita de São Mateus do Sul, cuja sessão foi presidida pelo Sr. Sady Nogueira dos Santos, que, na oportunidade, leu telegrama recebido do presidente da Federação Espírita do Paraná, congratulando-se com o Centro e desejando êxito à Mocidade ora fundada.

A primeira diretoria da Mocidade coube ao jovem Joaquim Terézio Figueira

Santos e a vice-diretoria à jovem Gladys Suzana Gaensly.

Estiveram presentes nesta solenidade, entre outros, o diretor das Mocidades

Espíritas do Paraná e o diretor da Mocidade Espírita da cidade de Palmeira.

A tão almejada construção da sede própria foi concretizada com o lançamento da pedra fundamental em 16 de abril de 1949, com a presença dos confrades João Ghignone e Abibe Isfer, respectivamente presidente e vice-presidente da FEP.

A primeira reunião pública realizada na sede própria do Centro, à Rua Luciano Stencel, 431 ocorreu no dia 1° de março de 1951, com a presença de 88 pessoas entre elas: Joaquim Figueira Santos, Rosely Ghral, Disney Eleamar Ghral, Gladys S. Gaensly Maciel, Belmiro Lemos, Ederval Gaensly, Ziléia Figueira Santos, Gabriel Ludgero Moreira Riesemberg, Egon Santos Nascimento, Ioel Gabriel Riesemberg Martins, Maria Raquel Riesemberg Martins.

Ressalta-se que, ao longo destes anos, desde a fundação do Centro, jamais houve interrupção em suas atividades, como não poderia deixar de ser, à luz dos postulados espíritas.

Em 2006, foram realizadas obras de ampliação para melhor atender as necessidades de espaço para a Evangelização Infantil com onze turmas, aos sábados e quintas-feiras, com um total de 73 crianças e jovens, e outras atividades de cunho social, tais como: datilografia, informática, costura, crochê, bordado, pintura, alfabetização e evangelização de adulto desenvolvidas no Centro.

O Centro Espírita Manoel Figueira Neto fica na Rua Luciano Stencel, 431, em São Mateus do Sul-PR.

Fonte: http://www.mundoespirita.com.br/index.php?act=conteudo&conteudo=2633

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Um bom começo...

Inaugurando este blog do Centro Espírita Manoel Figueira Neto, vamos apresentar a nova diretoria, que assumiu no dia 01 de outubro de 2009:

Presidente — Jorge Wiltenburg
Vice-presidente — Antônio José Portes Júnior
1ª Secretária — Eliete Cruz Capelaro
2º Secretário — Jeanine Distéfano Santos
1º Tesoureiro — Otoniel França Santos
2º Tesoureiro — Joaquim Figueira Santos

Departamentos:

Divulgação — Luiz Fernando Ehlke Riesemberg
Doutrinário — Gabriel Ludgero Moreira Riesemberg
Infância e Juventude (DIJ) — Maria Regina Gaensly Maciel
Patrimônio — Anito Inácio Capelaro
Assistência Social — Isabel Jacyszen Wiltenburg
Livraria — Sônia Précoma Portes
Biblioteca — Dinéa Cristina Distéfano Wiltenburg

No dia 02/10 foi realizada a primeira reunião dos trabalhadores da casa, onde houve uma dinâmica em grupo, o debate de alguns assuntos e uma confraternização.


Acima, o presidente da casa, Jorge Wiltenburg, diante dos outros trabalhadores.